Por uma melhor saúde para todos
Boas ações geram boas ações
6 Novembro, 2017
Kind Coin é Notícia no Notícias ao Minuto
10 Novembro, 2017

Por uma melhor saúde para todos

Portugal é o país europeu no qual a população paga uma fatia maior pelos medicamentos, cerca de 40%. O acesso a estes, à saúde mental e oral continua a ser muito complicado para a maioria das pessoas. Quem é o diz é o Relatório da Primavera de 2017, produzido pelo Observatório Português dos Sistemas de Saúde (OPSS).

Este relatório conclui que apesar de o estado de saúde da população ter melhorado as desigualdades ainda se mantêm e que, para garantirem a sua saúde, os portugueses pagam muito mais do seu próprio bolso do que a maioria dos cidadãos do resto da Europa.

Existem, de acordo com este estudo, fortes restrições no acesso à saúde oral e mental que afetam, sobretudo, os mais desfavorecidos. A grave crise económica complicou o acesso aos cuidados médicos por parte dos utentes.

O estudo comparou os dados nacionais com os dos restantes países da Europa relativamente às dificuldades no acesso à saúde e concluiu que, em Portugal, os obstáculos não são maiores, contudo há uma maior e mais marcada discrepância do ponto de vista económico e de restrições financeiras.

Todos estes pontos somados demonstram que a saúde é negligenciada, por grande parte da população portuguesa, uma vez que os orçamentos domésticos têm outras prioridades como, por exemplo, a alimentação que, muitas vezes, acaba por ser, também ela, deficitária.