Os números trágicos da fome
Kind Coin é Notícia no Público
10 Janeiro, 2018
Kind Coin é Notícia no Jornal Económico
10 Janeiro, 2018

Os números trágicos da fome

Os dados são oficiais e não mentem. De acordo com o Relatório Info— Família 2011-2014 publicado, em março de 2017, pela Direção Geral de Saúde, em Portugal 1 em cada 14 famílias tem um problema grave no acesso aos alimentos. Os agregados familiares passam fome ou como se diz tecnicamente vivem em situação de insegurança alimentar. Esta manifesta-se de forma extrema nas famílias em que por não haver comida suficiente em casa saltam refeições ou, de formas menos extremas, naquelas em que o orçamento mensal é esticado ou se recorre a alimento de má qualidade e com excesso de calorias de forma a conseguir colmatar as necessidades diárias de todos. A insuficiência alimentar atinge 45,7% dos agregados familiares, isto é, cerca de metade dos residentes no nosso país. Destes 6,6% sofre de insuficiência alimentar grave.

Na União Europeia (UE) são 123 milhões de pessoas que vivem em situação de insuficiência alimentar crónica das quais 50 milhões enfrentam condições de carência alimentar extrema.

Numa perspetiva global, há atualmente cerca de 2,2 biliões de pessoas no mundo em situação de carência alimentar, destas 842 milhões em situação de insuficiência alimentar crónica.

O problema da fome é mundial e grave. Todos os países e instituições têm programas de combate a este flagelo, mas os números reais mostram o quão complicado e difícil é combater esta calamidade pública.